Cachorro que Gosta de Roer
24/06/2016
Quem Ama, Cuida!
24/06/2016

Onde os Pets Devem Dormir

Que a convivência com cães e gatos só faz bem a gente já sabe. Os passeios nos ajudam no condicionamento físico, bem como as brincadeiras. As interações e a diversão diminuem o stress e até a nossa pressão arterial, por exemplo. Mas, quando o assunto é o sono deles, às vezes, nós é que acabamos perdendo o nosso.

É bastante comum os pets dormirem com seus donos no quarto e até na cama. Há quem prefira que eles passem a noite em outro cômodo, na área de serviço ou no quintal. Essa é uma decisão muito particular, mas é interessante atentar para alguns pontos:

– Consulte regularmente o veterinário de sua confiança para garantir que o seu bichinho está saudável e com as vacinas, vermífugos e antipulgas em dia.

– Pode parecer que é mais fácil acostumá-lo ao local de dormir desde os primeiros dias em casa: no seu quarto ou em outro cômodo, o que às vezes dá mais trabalho. No entanto, deixar que o filhote durma no seu quarto nos primeiros 10 dias da chegada pode deixar o bichinho mais seguro e confiante para ficar mais afastado depois. É fato que ele vai protestar quando for mudado de local, mas é só resistir bravamente aos choros e resmungos por algumas noites que tudo vai ficar bem.

– O lugar escolhido para o seu pet dormir precisa ser agradável e adequado a ele. Se ele ficar sozinho, sem seu cuidado e supervisão, garanta as necessidades básicas: proteção contra o frio e/ou do calor, água, comida, banheiro e atividades. O espaço jamais pode ser associado a isolamento ou punição.

– Restrinja o acesso a objetos ou cômodos que possam representar risco ao animal. Também é possível limitar uma área com grade, por exemplo, dentro do seu quarto.

– Tenha uma rotina de atividades físicas e interações com o seu pet, e ofereça brinquedos que o estimule mentalmente, como os que liberam comida. Se o bichinho dorme em um ambiente sozinho, procure fazer as atividades e refeições também nesse local. Isso parece não ter conexão com o sono, mas tem, e muita. Pets que são estimulados e mantêm uma rotina ativa acabam gastando mais energia e têm um sono melhor.

– Cuidado com bichinhos que estão dormindo. Alguns podem se assustar ao serem tocados ou pegos. Deixe a situação previsível, chamando-o pelo nome antes de chegar perto.

Alguns animais com condições específicas, como idade, saúde ou comportamento, exigem um pouco mais de cuidado na escolha do local para dormir. Filhotes estão tendo as primeiras experiências de vida e normalmente acabaram de ser separado da mãe e dos irmãos. Você pode usar um paninho com o cheiro da família dele para tentar amenizar essa mudança. Fique atento aos objetos potencialmente perigosos: animais novinhos são, por natureza, um bocado curiosos. Já os idosos podem ter alguma limitação que deve ser supervisionada ou exigir alguma adaptação ao local, como um tapete antiderrapante se as pernas já não são tão firmes.

Animais agressivos, medrosos, possessivos, com ansiedade de separação ou com sensibilidade ao contato podem ter problemas clínicos – vale checar com o vet. Se não houver nada errado, um especialista em comportamento animal – de preferência, que use técnicas baseadas no reforço positivo – terá como ajudar a diagnosticar o problema e se ele tem condições de dormir no mesmo cômodo ou na cama com você.

Analise as características e temperamento de seu amigão, pare e pense nas necessidades dele na hora de dormir. Assim, além de boa qualidade de vida, ele terá uma ótima noite de sono. E você também.

Fonte: https://www.bitcao.com.br/blog/onde-os-pets-devem-dormir

Por Oliver So, adestrador da equipe Cão Cidadão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir WhatsApp
Posso lhe ajudar?
Olá, seja bem vindo(a) ao nosso site, fale conosco rapidamente através do WhatsApp clicando no botão abaixo: