Se o Vira-Latas é o mais “amado”, por que é o que mais “sofre” com o abandono?
15/07/2016
Quais Doenças Podemos Contrair dos Animais de Estimação?
15/07/2016

Como se “prevenir” contra a “Infecção da Raiva”

Como se prevenir contra a infecção da raiva?

2 MÉTODOS:
1- Prevenindo-se Contra Infecções em Humanos e Cachorros
2- Lidando Com uma Infecção em Potencial

 

Qualquer animal de sangue quente pode transmitir a raiva, mas humanos são mais comumente infectados por cachorros. A doença pode ser fatal se os sintomas forem ignorados, mas também é fácil e prevenir se os passos corretos forem feitos. As vacinas e o manuseio adequado de gatos e cachorros de rua ajudam, mas não eliminam a raiva na maioria dos países. Veja o Passo 1 para aprender a se prevenir.

MÉTODO 1
Prevenindo-se Contra Infecções em Humanos e Cachorros

método 1 foto1 1/1 Vacine os seus animais. A forma mais comum para os humanos pegarem raiva é pelos seus animais. Vacinar cachorros, gatos e furões é uma importante forma de prevenção, tanto para você como para eles. Leve os seus animais ao veterinário para iniciar o processo imediatamente.

 

método 1 foto 2

1/2 Supervisione seus animais quando eles estiverem do lado de fora. Não deixe que eles entrem em contato com animais selvagens. Mamíferos como esquilos, texugos, gambás e morcegos podem ter raiva e passar para cachorros, gatos e furões com a mordida. Mantenha os seus animais em uma coleira ou atrás de uma cerca para evitar que isso aconteça.
O Centro de Controle e Prevenção de Doenças recomenda sempre manter gatos e furões em locais fechados por esse motivo.[1]
Se você quiser deixar o seu animal solto em uma área natural, pergunte às autoridades se a raiva é um problema nessa área.

 

método 1 foto 3 1/3 Reduza a população de vira-latas do seu bairro. Ligue para o Centro de Controle de Animais para pegar animais de rua. Mantenha os seus animais estéreis. Isso pode reduzir o número de animais indesejados, a maioria dos quais não será vacinada.
Garanta que os seus filhos tenham consciência de que nunca devem manusear animais de rua, selvagens ou domesticados.

 

método 1 foto 4

1/4 Não mexa em animais selvagens. Não manuseie, alimente ou tente atrair animais selvagens para sua casa. Também não adote nenhum deles. Ficar perto desses animais coloca você e os seus animais em risco de contrair a raiva.

Quando for viajar, evite ter contato com animais selvagens, principalmente cachorros em países em desenvolvimento.
Não tente cuidar de animais selvagens doentes ou feridos. Ligue para o Centro de Controle de Animais ou para um veterinário.
Tome iniciativas para impedir que morcegos entrem nas casas, escolas, escritórios e outras áreas similares, onde eles possam entrar em contato com pessoas e/ou animais.

 

método 1 foto 5
1/5
Tenha cuidado quando estiver fora do país. Alguns países ainda têm altos níveis de infecções por raiva. Consulte um médico, uma clínica de viagem ou o departamento local de saúde antes de viajar para o exterior. Pergunte-os sobre os riscos de exposição à raiva, sobre a profilaxia antes da exposição e o que você deve fazer se ficar exposto ao vírus.

 

 

MÉTODO 2
Lidando Com uma Infecção em Potencial

 

método 2 foto 12/1  Obtenha atenção médica imediata se você for mordido. Entre em contato com um médico imediatamente se você for mordido por um animal selvagem ou por qualquer animal que possa ter o risco da infecção. Se o seu animal de estimação foi mordido, leve-o ao veterinário imediatamente. Esperar até mesmo um dia pode dar tempo para a infecção se espalhar.

 

 

método 2 foto 2
2/2
Enquanto isso, trate a ferida. Se for levar algumas horas para ter atenção médica, você precisará fazer alguns passos para limpar a ferida:
Lave a área mordida com água e sabão. De acordo com o Ministério da Saúde, a eliminação do vírus da raiva no local da infecção por um químico ou por meios físicos é o mecanismo mais eficaz de proteção.[2]
Coloque uma solução de etanol ou de iodo na ferida. Essas soluções são antissépticas que funcionam bem para matar bactérias sensíveis.[3]

 

método 2 foto 32/3
Vá ao hospital e tome as vacinas adequadas. Se você nunca se vacinou contra a raiva, os médicos irão administrar uma imunoglobulina antirrábica, que ajudará inibindo a propagação do vírus pela mordida. Você precisará que as vacinas sejam administradas em intervalos apropriados.
Uma pessoa que foi exposta e nunca foi vacinada contra a raiva deve tomar 4 doses da vacina com uma dose imediata, e uma dose adicional marcada no 3º, 7º e 14º dia. Ela também deve tomar outra injeção da imunoglobulina antirrábica humana no mesmo dia da primeira dose.[4]
Se você já foi vacinado, você tomará 2 doses da vacina antirrábica, uma imediata e a outra no 3º dia.

 

DICAS

No momento em que o seu animal de estimação, busque a assistência de um veterinário imediatamente.
A raiva é comum em países em desenvolvimento na Ásia, África e América Latina. Cachorros são os maiores transmissores da raiva nesses países. Em outros países, como nos Estados Unidos, os texugos são os maiores transmissores.
Se você foi mordido, não pense que um cachorro ou gato doméstico foi vacinado contra a raiva. Uma etiqueta da vacina na coleira do animal não significa necessariamente que a vacina está atualizada.
Não se aproxime de animais de rua. Eles podem não ter sido vacinados e podem estar infectados.
“Ame seus próprios animais, deixe os outros de lado” é um bom princípio para seus filhos aprenderem.
Se você quiser evitar a raiva, viaje para o Havaí – é o único estado nos EUA que não tem incidência de raiva.

 

AVISOS

Sempre informe os seus pais se você for mordido.
A raiva é muito perigosa em humanas e, se não for tratada, pode matar a pessoa infectada, sem dúvidas.

 

 

Fontes e Citações:
http://pt.wikihow.com/Se-Prevenir-Contra-a-Infec%C3%A7%C3%A3o-da-Raiva
http://www.cdc.gov/rabies/prevention/people.html
http://www.who.int/rabies/human/firstaid/en/
http://www.cdc.gov/rabies/medical_care/index.html?s_cid=cs_521
http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/druginfo/meds/a607023.html

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir WhatsApp
Posso lhe ajudar?
Olá, seja bem vindo(a) ao nosso site, fale conosco rapidamente através do WhatsApp clicando no botão abaixo: